segunda-feira, 28 de julho de 2008

Sucursal SP

Quem acompanha as doses há tempos já leu relatos de puro luxo e riqueza de saídas dos blogueiros.
Pois esta semana, correspondente Dose em Dupla em SP, eu, não encontrei nada parecido na terra da garoa.
Escolhi uma boate né, para aproveitar o que dizem que há de melhor lá. Mesmo não gostando muito do gênero.
Enquanto no Rio há celebridades (mesmo que classe C), Orquestra Imperial, famosos classe A também, por que não?! (ou ninguém se lembra de Marisa Monte??) em SP só fila, tiozinhos e tiazinhas fumantes num ambiente deprimente com música anos 70. Isso tudo a um precinho nada camarada.
ROUBADA!

Da próxima, Dose, me manda para Florianópolis, Fernando de Noronha, sei lá. Serei muito mais útil e assuntos muito mais interessantes surgirão! Garanto.

Ps. SP é legal. A noite é caída

10 comentários:

cilada disse...

Pois eu acho muuuuuuuito bem bolado essas boates de música anos 70.

clarismello disse...

Né? Concordo plenamente.

Mas, andrelima, não se esqueça que a próxima correspondente serei eu. Pequim? Não, obrigada.

Rodrigo disse...

Na próxima ida a SP, experimente o Cafe Photo. As tiazinhas de lá são beeeem legais!!!

Faber disse...

Ah, você estava mal acompanhado, foi isso.

marianna disse...

só pode! pq a noite de são paulo, que me lembre, é ótima. não tenho reclamações.

Faber disse...

marianna, vamos levar esse menino pra São Paulo, vamos?

andrelima disse...

É, bem acompanhando até...sei lá, pensa num lugar ruim aí.

eu sei da sua vida disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
André Kano disse...

André.
Terei de discordar DIAMETRALMENTE de você. A noite de São Paulo é de longe muito melhor do que a do Rio. Guardadas as características diferentes entre as duas cidades, SP é muito mais cosmopolita do que o Rio, que é mais bairrista. É por isso que, além da uma boite com sabores da década de 70, em Sampa há também as noites das outras décadas, de outras culturas, de outros guetos, de outras modas e estilos, e assim por diante. É o mínimo que se espera de um lugar que precisa manter entretido um contingente de 11 milhões de pessoas.

Rodrigo disse...

Insisto no Cafe Photo ...

O contingente de lá é "diametralmente" beeeeeeeem legal!

Ah ... e as tiazinhas são suuuuuuper-cosmopolitas!